quinta-feira, dezembro 01, 2011

Criacionismo x Evolucionismo - Introdução


A origem do universo é um assunto fascinamente e interessante, que desperta o interesse de muitos. Hoje e nos próximos posts será abordados os principais pensamentos desse grande debate Criacionismo x Evolucionismo. Estas são duas propostas contraditórias para explicar a origem da vida, do universo, pelo menos é assim que pensam a grande maioria dos eruditos. A expressão latina "Ex-nihilo, nihil fit" significa que nada surge do nada. Esta é a base do pensamento evolucionistas, que acreditam que a origem foi evoluindo a partir de algo existente. Entretanto existem diversas idéias sobre a teoria da evolução.

Os criacionistas defendem a origem do universo em Deus, que criou tudo a partir do nada (Ex-nihilo), este pensamento está em harmonia com Gênesis 1:1.

O big bang é uma das teorias mais aceita na atualidade, pois o universo originou-se numa grande explosão da matéria que está em expansão até os dias atuais.

Os gregos defendiam a idéia da origem a partir do caos (nome de um dos seus deuses), que a matéria pré-existente estavam separadas no universo. Segundo esta teoria, o Logos (a idéia do Logos em João 1:1 tem origem no filósofos gregos) foi responsável por organizar o caos e então a partir dessa organização e não criação o mundo veio a existir.




No estoicismo, acredita-se que a origem de tudo foi a partir do fogo primevo e que tudo voltaria para ele.

Platão defendia a idéia de uma involução e não evolução, para ele o mundo real teria degenerado, criando assim nosso mundo físico, neste mesmo processo a alma também foi degenerada vindo participar da matéria, ao ser purificada, evolui espiritualmente libertando da matéria e voltando ao mundo real.

Os neoplatonistas, aceitava a idéia de Platão sobre a involução, mas ao contrario do mesmo, eles acreditavam que depois da involução, houve a evolução da alma humana.

Darwin através da evolução biológica, defendeu o conceito de seleção natural e sobrevivências dos mais fortes, que ficou conhecida como a mutabilidade das espécies até chegar ao conhecemos hoje. O grande problema da teoria de Charles Darwin é que não há qualquer menção em seus estudos sobre a alma humana, sob este ponto de vista, as espécies evoluíram sem uma alma, o que torna esta teoria um tanto absurda.

Existem diversos pontos de vistas distintos sobre a origem do mundo, entretanto todos eles não conseguem explicar o começo absoluto de tudo. Somente o ponto de vista criacionista bíblico tem a chave para a explicação do universo de uma maneira que tudo se encaixa perfeitamente.

A evolução das espécies, do ponto de vista apenas evolutivo, não me parece absurda, consigo compreender a evolução natural, entretanto rejeito qualquer tentativa dos evolucionistas a partir desta tesa defender ou direcionar a criação do universo a partir de uma evolução de algo pré-existente que não seja Deus.

O grande problema das teorias evolucionistas está no fato de defender a idéia da matéria pré-existente. É sob esta perpespectiva que surgiram a idéia da matéria como um deus, sobre a natureza ser uma divindidade e tantas outras divindades que surgiram. É este pensamento ateísta que devemos rejeitar, pois este é totalmente contrario a criação divina (Gênesis 1:1). Crer na origem da matéria é contradizer a bíblia, é torná-la errante e falível, que não foi inspirada por um Ser supremo, pois este não existe, nunca existiu. Crer no big bang e outras teorias é compremter os planos de Deus, é rejeitar o plano da redenção em Jesus Cristo.

Nos próximos posts escreverei sobre a origem do Big Bang e outras teorias evolucionistas, raça pré-adâmica, criação do universo em 6 dias, etc.



Nenhum comentário:

Facebook Share